Como usar as plantas medicinais

ervas medicinais dispostas em um cenário de madeira com pilão socador, vidro de remédio e colheres de pau
Por Getty Images

São várias as formas que o ser humano ao longo do tempo criou para o preparo das plantas medicinais para a cura ou alivio de suas doenças. Por exemplo, o mascar, os cães, mascam ervas escolhidas por instinto para curar desarranjos intestinais.

A experiência milenar da medicina popular e aos avanços da ciência levaram o homem a criar diversas formas que facilitam ou tornam mais eficaz a aplicação ou ingestão dos princípios ativos contidos nas plantas em comprimidos, cápsulas, pomadas, loções, etc.; a seguir apresentaremos algumas formas caseiras que poderão ser utilizadas internamente ou externamente, conforme cada situação.

Ou ainda o chá da vovó, que curava tudo, inclusive a dor de amor :).

Descubra aqui para que servem as plantas medicinais. Aproveite a leitura!

Infusão ou chá

É a mais popular delas, utilizando, em sua maioria, folhas, flores e cascas finas. O procedimento correto é colocar em um recipiente, (copo, xícara) e sobre elas coloca-se agua fervente, cobrir e deixar em repouso de 5 à 10 minutos. Dependendo do caso, pode ser coado ou filtrado antes de beber.

Tomar quente para resfriados, gripes, bronquite, etc. pode ser adoçado, preferencialmente com mel, açúcar mascavo, demerara, ou em ultimo caso, o açúcar cristal.

Tomar morno para melhorar o sistema nervoso, insônia ou calmantes.

Tomar frio para problemas do estômago, diarreia, indigestão, para estes casos, quando possível, sirva sem adoçar.

O chá deve ser preparado para ser tomado em dose única. Nunca deixar para o outro dia. Caso precise deixar para depois, conservar em geladeira.

Cozimento de plantas medicinais

É utilizado em algumas partes de plantas, principalmente as cascas, frutos, raízes e ramos. É colocado em agua fria e aquecida até a ebulição, em uma panela tampada, deixando ferver por 2 a 10 minutos.

Evite recipientes de teflon, alumínio ou ferro, prefira esmaltados, vidro ou inox. Após a fervura, coar ou filtrar para ser consumido, assim como o anterior, o chá não deve ser utilizado no dia anterior.

Maceração

Para a maceração, as partes da planta são colocadas em água fria, cobrir o recipiente e deixar em repouso por pelo menos 12 horas, em local fresco. Pode ser usados extratores como álcool, vinho, cachaça (aguardente) e outros, neste caso, já não é mais maceração e sim tintura.

Tintura

A tintura e a maceração possuem os mesmos princípios, o que muda é a forma de extração, uma utiliza-se água, a outra álcool. O modo de preparo é simples, coloca-se a planta em pó, ou mesmo fresca e picada no álcool, álcool de cereais, cachaça ou vinho, na proporção de 1 medida da planta para 5 do álcool, descansando por no mínimo 10 dias. Deve-se agitar diariamente. Geralmente, tinturas são usadas externamente, em massagens.

Sucos e Sumo

Sucos e sumos são obtidos de frutos em geral. O suco é obtido espremendo o fruto, já o sumo, é obtido com um processo parecido com tintura e maceração (já citados acima), batidos em um liquidificador, mixer, ou uma máquina de moer, retirar o liquido que é liberado.

Cataplasma

É a aplicação de partes de plantas medicinais diretamente sob o local a ser tratado. Pode ser feito com folhas secas hidratadas em água quente. Um procedimento similar é a compressa.

Ungento

Talvez uma nova palavra no dicionário de algumas pessoas, unguento ou unguentar é o procedimento de extrair os princípios ativos das plantas em banha, gordura ou óleo. Antigamente usava-se sebo ou banha de carneiro, galinha, entre outros animais. Atualmente o processo é feito com vaselina ou banha de porco.

O procedimento é simples, aquecer a gordura junto a planta medicinal por alguns minutos, misturando bem. Depois de coado. Usar quando frio.

Unguentos podem prolongar os princípios ativos das plantas medicinais na pele.

Você leu neste artigo sobre plantas medicinais e para que servem, uma base sobre o universo delas, agora é por a mão na massa e agir, então leia nossos outros artigos e nossa sessão sobre plantas clicando aqui!

Leia Também

Calendário da Horta

O que plantar em Maio

Planta – Se Aspargo, cará, centeio, cevada, fava, linho, mandioquinha, pimentão, repolho, salsa, trigo, abacaxi.   Semeia – Se alho, agrião, couve-flor, erva-doce, melancia, melão.   Colhe – se aipo, alface-repolhuda, batata-doce, chuchu, morango, pimenta, [Leia Mais…]

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*